Linux slogan
Visite também: BR-Linux.org · Dicas-L · Doode · NoticiasLinux · SoftwareLivre.org · UnderLinux



» Screenshot
Linux: Flux :o)
Por removido
» Login
Login:
Senha:

Se você ainda não possui uma conta, clique aqui.

Esqueci minha senha



Artigo

Experimentos com GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos
Linux user
albfneto
17/09/2011
Este artigo descreve meus experimentos com o novo GNOME3 em computadores com outros ambientes gráficos instalados, como XFCE, LXDE e FluxBox. Os excelentes aplicativos e utilitários de GNOME3 podem ser usados inclusive em computadores ou distribuições onde o GNOME3 não abre e/ou não funciona corretamente.
Por: Alberto Federman Neto. | Blog: http://va.mu/AP1
[ Hits: 16400 ]
Conceito: 10.0   3 voto(s)3 voto(s)3 voto(s)3 voto(s)3 voto(s) + quero dar nota ao artigo

Introdução

Obs.: GNOME3 não funciona fácil em alguns Linux e em alguns micros.

1) Introdução:

Como alguns outros usuários que gostam de testar pacotes, eu costumo usar vários ambientes gráficos: KDE, GNOME, LXDE, E17, XFCE etc.
O GNOME3 é bem recente, e as opiniões sobre ele se dividem, alguns gostam, outros não.

Embora muitos usuários tenham conseguido instalá-lo e utilizá-lo com sucesso:
Outros não conseguiram, porque GNOME3 parece bastante exigente quanto ao hardware:
2) Tentando usar GNOME3:

Eis minha experiência, até o momento com GNOME3: funciona perfeitamente no Fedora 15, onde é nativo, mas como Fedora não é uma das minhas distros de trabalho, instalei-o em Mandriva 2011, onde ele funciona,mas dá umas "travadas" de vez em quando.

Em openSUSE e Sabayon, os problemas começam:
Instalados completos, com todos os pacotes e os extras, em meu Athlon X2, com NVIDIA GForce 8600 GT, aceleração 3D ativada (Compiz desativado) ele simplesmente não abre a sessão, e quando abre, abre só naquele modo chamado "fallback", sem nenhum painel, sem aquele painel com "Atividades" e em segundos, perde o controle do mouse e do teclado!

O jeito é... dedão na tecla "Reset" do micro!

Desinstalar o Compiz, trocar o gerenciador de arquivos, seja ele Mutter, Metacity ou mesmo OpenBox não solucionam os problemas.

Pensei, vou tentar no outro micro, da Faculdade, da USP, um velho Sempron 32 bits, com uma velha placa gráfica Zotec NVIDIA GForce 5500 GT.

Baixei Sabayon 32 bits com GNOME3 e... Instalar! Após muitas e muitas tentativas de subir X, trocar xorg.conf, editá-lo, remover xorg-conf para que seja criado um automático, desativar driver NVIDIA, trocar por NV ou Nouveau etc...

Finalmente consegui subir oi X para rodar o instalador gráfico!

Instalei!

Pronto, reiniciar e... "Seu hardware não consegue aproveitar todo o potencial do GNOME3 etc... retorno ao modo "fallback"... e pronto, daqui a pouco, sumiu a barra com o Menu "Atividades" e... tchau controle de teclado e mouse.

Só uma tela azul listrada restou, travada! Reset!

Reinstalei tudo, usando uma versão Sabayon XFCE, que funcionou, inclusive até o Compiz (embora não com muita eficiência, devido a placa gráfica pequena):
3) Identificando o problema:

Qual pacote causa o problema? No meu Athlon de casa, remover apenas o pacote gnome-shells sem tirar as dependências:

# equo remove --verbose --nodeps gnome-shell

e tentar abrir uma sessão em GNOME3. Eis o resultado, GNOME3 abre em modo "fallback", com um painel (menu) semelhante ao do GNOME2:
Portanto o que parece ser a causa o problema é o Gnome-Shell... Como se pode ver no Menu, os pacotes e aplicativos de GNOME3 ficam disponíveis e utilizáveis.

Por outro lado, as tentativas de remoção de alguns outros pacotes (como gnome-desktop, gnome-menus, gnome-fallback-mode, metapacote gnome etc) mesmo sem retirar as dependências, quebra não só o GNOME3 como quebra inclusive o acesso ao GDM, impossibilitando o início das sessões de quaisquer dos outros ambientes gráficos instalados.

    Próxima página >>




Páginas do artigo

Outros artigos deste autor

Leitura recomendada

Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 17/09/2011 - 15:09h:

Parabéns pelo excelente artigo.
Realmente o Gnome está um tanto quanto exigente no quesito hardware.
Eu que sou o feliz propietário de uma SIS 671, tive que abandonar o Gnome quando houve a mudança para o 3.
Hoje estou usando o XFCE, pois aqui nem o modo FallBack rodou.


[2] Comentário enviado por removido em 17/09/2011 - 21:31h:

Poxa, ai desanima um pouco... estou querendo instalar ele hoje aqui no meu sabayon, já baixei 29% vou deixar na madruga baixando. Espero não ter esses problemas, porque se tiver... Bem, se eu tiver todos esses problemas ou piores, eu tenho o dvd do sabayon aqui...


[3] Comentário enviado por removido em 18/09/2011 - 01:26h:

É albfneto. Acabei de instalar o gnome 3 aqui, e ele está ótimo. Confesso que depois de ler a sua história eu desanimei um pouco, mas como sou do tipo curioso, instalei o gnome 3. E aqui estou eu, postando o comentário no gnome3 que está rodando perfeitamente (melhor que no fedora). AH eu devia ter escolhido o Sabayon antes, poder ter várias interfaces gráficas é muiiiiiito bom!!!


[4] Comentário enviado por mcnd2 em 18/09/2011 - 02:04h:

Boa Alberto.

Com certeza o problema maior que está acontecendo por ai, é o suporte do gnome-shell que está exigente com o hardware e alguns pacotes de determinadas sessões.

Como não uso além de uma sessão não posso afirma.

Com o teste de hardware, tenho um Athlon 2800+ com 1 GB de memória e com uma NVidia gforce fx5200 e ainda não usufrui do gnome 3 nele pois até então foi a primeira vez o contato do gnome 3 no Sabayon do note.

Vou ver se instalo o Arch no desk mencionado e ver se lá o gnome 3 roda de boa.

Mais tá aí mais um material de esclarecimento para os que ainda não o testaram.


[5] Comentário enviado por albfneto em 18/09/2011 - 18:35h:

para lucas: olha, pode ser que seja exigente quanto ao hardware, bem exigente, pois o micro do artigo é um atlhlon X2, 8 giga de RAM, e minha placa gráfica é uma GForce 8600 GT e mesmo assim, há os problemas do artigo.
o GNOME3 frequentemente trava, fecha. congela e as vêzes não abre...,mas não o instalei como ambiente unico em Sabayon.

para McNd2:
no micro da fac, tenho uma NVIDIA GForce 5500, nela, nem em modo fallback, o GNOME3 abre!

Como ambiente único:

Como ambiente único em Sabayon, não o testei, porque em todo caso, como não sou tão fanático por GNOME3, não gostaria de te-lo como unico ambiente gráfico, sem outra opção de sessão.

mas sugiro que alguém que está usando Sabayon com somente GNOME3, faça um artigo para comparar com o meu, ou poste comentários aqui.
Para ter um Sabayon com GNOME puro, sugiro que baixe o Sabayon GNOME 32 ou 64 Bits, Daily Build,pq já vem atualizado e só tem FluxBox e GNOME3.

No Geral, GNOME3 continua complexo, pelo menos em Sabayon, veja como Sabayoneros do Mundo todo, estao trocando GNOME3 pelo XFCE

http://openbytes.wordpress.com/2011/09/25/review-sabayon-6-xfce-and-a-look-at-my-migration-away-from...


[6] Comentário enviado por xerxeslins em 20/09/2011 - 20:09h:

Muito bom! parabéns! Atualmente estou usando o OpenBox com alguns aplicativos GTK do gnome 2. Porém eu gostei muito do gnome 3, mas ainda está muito novo. Nota 10 para o artigo, adoro esses artigos seus onde vc faz experiencias.



Contribuir com comentário


  
Para executar esta ação você precisa estar logado no site, caso contrário, tudo o que for digitado será perdido.
Responsável pelo site: Fábio Berbert de Paula - Conteúdo distribuído sob licença GNU FDL
Site hospedado por:

Viva o Linux

A maior comunidade Linux da América Latina! Artigos, dicas, tutoriais, fórum, scripts e muito mais. Ideal para quem busca auto-ajuda em Linux.